Moradia para Idosos

Em nossa profissão, devemos pensar e temos o dever também de tentar transformar para melhor a vida das pessoas. Tentar fazer com que as pessoas tenham mais mobilidade e melhor inclusão no modo de viver. Para isso a arquitetura nos leva a desenvolver projetos e criar planejamentos de melhoria para que idosos possam ter uma melhor qualidade de vida.

“Devemos aprender durante toda a vida, sem imaginar que a sabedoria vem com a velhice”. Esta frase, de autoria do conhecido filósofo grego Platão, nos leva a refletir sobre o descaso dado pela sociedade ocidental, de forma geral, às pessoas de terceira idade.

Uma situação bastante comum é quando um pai, tio, ou avô, já de certa idade e sem condições de residir, ou continuar residindo, sozinho, muda-se para a casa de seus familiares, não obstante existirem asilos e casas de repouso de excelentes condições, mas o carinho e a simples convivência no âmbito familiar são ótimos remédios.

cond4

Não é segredo para ninguém que, ano após ano, nossa mobilidade, agilidade, força óssea e reflexos já não são mais os mesmos e, para os que pensam que não há muito que se possa fazer sobre isso, procuramos apresentar algumas sugestões práticas para atentar a questão.

Um momento que costuma trazer apreensão aos demais moradores da casa é quando o idoso vai ao banheiro, trazendo o medo de um desmaio, escorregão ou algum outro problema, portanto, em primeiro lugar, deve-se levar em consideração àquelas que possuam várias opções de banheiro, e se a residência tiver mais de um andar, checar se todos os andares têm banheiros. Banheiros são perigosos pela possibilidade de escorregões.

Algumas medidas minimizam tal quadro, como a preferência aos adesivos antiderrapantes, ao lado do vaso sanitário, colocação de barras para apoio, a pia deve ser resistente e firme, já que ela também é comumente utilizada como apoio, dentro do boxe, se necessário, instale um assento, desde que ele seja fixo. Deve-se, ainda, estar sempre atento ao escoamento no ralo, já que o acúmulo de água pode gerar deslizamentos, e porta do boxe deve ser de correr, enquanto a do cômodo deve ter sempre uma cópia da chave ao alcance de todos.

No deslocamento pela casa, outras medidas que parecem simples podem se mostrar essenciais, evitando tapetes em corredores, o mesmo valendo para esculturas, vasos e mesas de canto. Não deixar as portas e paredes com a mesma cor, para serem melhores visualizadas e, nas maçanetas, as melhores no manuseio são as de alavanca, pois as redondas são mais duras que o desejável. Recomenda-se, ainda, que o chão seja de uma mesma cor.

cond5

Em alguns Condomínios construídos atualmente especialmente para idosos os diferenciais ficam por conta das portas que possuem vãos que possibilitam a circulação de cadeirantes. Nos cômodos também são determinadas as chamadas áreas de manobra com 1,5 x 1,2 m, onde uma cadeira de rodas pode girar até 180º.

Interruptores, maçanetas e fechaduras têm altura compatível ao acesso dos cadeirantes. Nos banheiros colocam-se barras de apoio e o piso é antiderrapante. As rampas têm inclinação de até 8,33% e as áreas de circulação têm guarda-corpos e corrimãos para auxiliar o equilíbrio, enquanto os móveis possuem cantos arredondados e alturas e densidades adequadas a facilitar os movimentos do usuário.

Na maioria das vezes o detalhe construtivo que mais chama a atenção é um trilho que cobre toda a extensão do quarto a partir do banheiro, para  fazer a locomoção dos idosos do banheiro ao sofá, passando também pela cama, utilizando uma espécie de balanço. O recurso diminui o desconforto aos toques excessivos, especialmente no caso de senhoras.

cond3
cond2

 

 

Outro chamariz, mais modesto, é diferenciação de cor entre o piso e a parede em áreas “úmidas” como o banheiro. A técnica, explicam os arquitetos que desenvolvem esses projetos que, servem para auxiliar o idoso a se situar no espaço.

 

Mas atualmente, o carro-chefe da inovação fica por conta de um sistema de sensores que acionam um alarme sonoro/visual ao lado da porta de entrada da casa, do lado externo dos condomínios em questão. Os dispositivos de acionamento ficam junto aos interruptores e devem ser usados caso haja uma emergência.

Outro diferencial é própria forma construtiva das casas que possibilita a realização da obra em cerca de seis meses. As unidades são erguidas,  via sistema steel frame, uma estrutura de aço que recebe placas moldadas com perfis metálicos, que ganharam coberturas metálicas sobre um pé direito de 2,6 m para facilitar o arejamento dos ambientes.

cond6
cond7

 

 

Caso a casa ou prédio conte com uma área externa, o ideal é um local onde se possa caminhar e, se houver grama, ela não deve ser separada por muretinhas, uma vez que esses locais são um diferencial extremamente atrativo, já que, em certos casos, as saídas nas ruas tornam-se muito raras.

Esta lista de pequenos conselhos é uma forma de tentar, paralelamente, cuidar ainda mais do bem-estar dos idosos e dar maior tranqüilidade aos familiares e amigos, procurando sempre tornar o mais importante para todos ser ainda o mais simples.