Tecnologia transforma projetos corporativos

Seja para otimizar processos, melhorar a infraestrutura interna ou até garantir a saúde ocupacional dos colaboradores, a tecnologia é sempre uma aliada nos projetos corporativos e tem andado de mãos dadas com todas as alterações que os layout físicos têm sofrido nos últimos anos.

Com salas mais integradas, equipes mais dispersas e lugares menos demarcados, a necessidade por mais flexibilidade nas estações de trabalho, ou até por mais privacidade em salas de reunião ou de trabalho individual, tem demandado soluções dos mais variados níveis de tecnologia embarcada. E a indústria acompanha acompanha os avanços. Pensando nisso, reunimos algumas soluções que vêm para solucionar as demandas atuais e urgentes nas empresas:

Quase transparente

Se, por um lado, os espaços integrados aproximam toda a equipe, a privacidade fica cada vez mais comprometida, especialmente quando a transparência prevalece até nas salas de reunião. E não é por isso que os vidros translúcidos devem ficar de fora: a Designtex desenvolveu, no ano passado, um filme arquitetônico capaz de obscurecer todo conteúdo exibido em telas digitais por quem olha de fora.

O Casper Cloaking, apresentado na NeoCon 2017, tem a capacidade de tapar apenas as imagens passadas em telas LED ou de LCD, mantendo a transparência de tudo o que se passa nos recintos.

Tudo conectado

A Internet das Coisas, um conceito em que essencialmente qualquer aparelho eletrônico está conectado à internet e uns aos outros, abre um mundo de possibilidades e livra a agenda de demandas que, embora sejam simples, acabam tomando um tempo precioso no dia a dia do trabalho.

Gerir salas de reunião em grandes empresas, por exemplo, exige mão de obra, tempo e muita organização. De olho na demanda, empresas já disponibilizam sistemas de gestão e monitoramento integrados aos e-mails corporativos.

As funções vão além daquelas apresentadas pelos principais sistemas de reservas utilizados nos meios corporativos - como o do Outlook. Além de gerir os espaços, sinalizadores indicam se as salas estão livres ou ocupadas e quando a reunião começa e termina, ajustam a iluminação interna e até sinalizam quando o tempo de reserva está acabando.

Em tempos de layouts integrados, estações de trabalho livres e de crescimento do número de funcionários em home office, beacons, softwares, wearabels e aplicativos mostram quais colegas de equipe estão na empresa e por onde estão instalados em tempo real. Outra solução trazida pela Internet das Coisas e que pode, de maneira simples, facilitar a vida da equipe.

Postura correta

O avanço tecnológico vai muito além das facilidades que os meios eletrônicos e a Internet das Coisas propiciam nos ambientes corporativos. Com ele, estudos de ergonomia encontram vias para adequar os mobiliários às nossas necessidades diárias.

Enquanto nos deslocamos para atender ao telefone, digitar nos notebooks e desktops, mexer no celular e até mudar várias vezes de postura ao longo do dia, algumas cadeiras corporativas acompanham cada movimento do nosso corpo. É o caso da Gesture, desenvolvida pela Steelcase com base em inúmeros estudos de postura para colocar menos estresse no corpo, independentemente de qual tarefa esteja sendo desenvolvida.

Uma das principais descobertas do estudo de postura realizado pela empresa, que incluiu 2 mil pessoas em 11 países ao redor do mundo, foi que uma ampla gama de posturas estava sendo usada, nove das quais emergiram como resultado de novas tecnologias, conta a reportagem da 360 Magazine.